Caixa abre agências lotéricas para corretores

lotéricas para corretores

Recentemente foi confirmado que os corretores de seguro agora podem oferecer serviços para as inúmeras unidades lotéricas que estão espalhadas pelo Brasil, através de candidatura. Isso só é possível por que a Caixa respondeu o questionamento de Dorival Alves de Sousa, presidente do SINCOR-DF (Sindicato dos Corretores do Distrito Federal) e vice-presidente da FENACOR (Federação Nacional dos Corretores de Seguros), informando que tal postura é permitida se o corretor “apresentar as propostas de apólices na Superintendência Regional para avaliação da área responsável”.

Para a categoria de corretores a atitude é mais um passo importante para a alçada de novas conquistas. Com o tempo, em especial após a estabilidade do mercado diante essas novas possibilidades de negócio, os corretores também poderão pleitear e almejar passos mais distantes que crescerão ainda mais o progresso da categoria no mercado. Porém, primeiramente será preciso assegurar que através dessa iniciativa é possível garantir a prestação de serviço qualificada que as unidades lotéricas necessitam, por isso se faz preciso a avaliação do Superintendência Regional como foi devidamente informado no parágrafo anterior.

Como essa atitude é refletida no mercado?

Essa postura abre um leque de oportunidade e possibilidades para os envolvidos nesse tipo de negócio. Em tempos de insegurança provocada pelo recuo majoritário do mercado econômico nacional, só a mera possibilidade, que agora é realidade, de poder trabalhar diretamente com mais de treze mil novos clientes em potencial causa furor entre os corretores, que poderão expandir suas carteiras a partir dessa nova demanda de negócios.

Outra vantagem concedida através dessa declaração é que as seguradoras, incluso a Caixa seguros, também terão a oportunidade de aumentar o alcance dos seus planos de convênios. O presidente da Sincor-DF, Dorival Alves de Sousa, salienta que “Hoje, o corretor pode comercializar apenas seguros Saúde e planos odontológicos. Tenho certeza de que vamos avançar em breve”.

As novas possibilidades de negócios para os corretores é bastante animadora, visto que são 13 mil agências lotéricas instaladas no território nacional. Seguindo a linha de raciocínio imposta pela Caixa, que requer a avaliação das apólices na Superintendência Regional, o profissional só precisará saber fazer o seu trabalho adequadamente para poder enfim poder lucrar através dessa nova via de negócios.

Importante

É importante ressaltar que isso também pode afetar a maneira que o lotérico administra o seu próprio empreendimento. É de conhecimento geral de que esses empresários necessitam fazer um grande estudo de logística, incluso investimentos de curto, médio e longo prazo, para garantir a segurança do seu estabelecimento e dos seus funcionários diariamente; em especial contra roubos.

Levando em consideração de que agora os corretores poderão fazer negócios com os lotéricos, os empresários do ramo terão à sua disposição uma nova maneira de garantir a segurança dos seus investimentos. Com esses convênios será possível assegurar a cobertura contra roubos, incêndios, vida, etc. Para o empreendedor isso também será refletido diretamente na contratação de novos funcionários, que se sentiram mais confortáveis em trabalhar no ambiente que possui esse tipo de seguro.

 

 

Neimar Mariano de Arruda é Lotérico e Fundador da DouraSoft,
Administrador de Empresas, Consultor em Gestão Empresarial e
Especialista em Governança de Tecnologia da Informação
(67) 9.9698-3422

Os comentários estão encerrados.