Lotérico, você é mais líder ou gestor? - DouraSoft do Brasil

Lotérico, você é mais líder ou gestor?

líder

Na administração empresarial, muitas vezes se confunde líder com gestor. Para muitos, os dois significam a mesma coisa.

Na condução de uma casa lotérica, o empresário deve pensar no que significa exatamente cada um dos termos. Enquanto a liderança é a habilidade de fazer com que a equipe alcance os objetivos, a gestão é a aplicação da autoridade para conseguir o cumprimento das obrigações, ou seja, é necessário o conjunto dos processos para que a casa lotérica mantenha seu funcionamento.

A gestão é uma ciência que pode ser aprendida, enquanto que a liderança é uma arte. Assim, a gestão é uma função do lotérico, enquanto que sua liderança é feita através do relacionamento, é fazer com que as pessoas entendam e acreditem em sua visão e que trabalhem para conseguir alcançar os objetivos.

Ser líder e gestor ao mesmo tempo, esta é a função do lotérico

O lotérico deve entender que liderar um equipe é fazer com que ela seja ativa, com que tomem atitudes participativas, motivadas, de forma voluntária, para que os objetivos da casa lotérica sejam alcançados.

Existe uma teoria de que uma pessoa gera liderança sobre as outras quando ela consegue satisfazer seus desejos, sejam eles conscientes ou inconsciente. Na história, temos inúmeros exemplos de líderes que mobilizaram as pessoas e as cativaram para suas ideias.

No entanto, o lotérico deve pensar no dia a adia, deve mostrar sua liderança para que a casa lotérica tenha bons resultados e que atinjam as metas estabelecidas.

No ambiente de trabalho, para entender o que é liderança, basta prestar atenção numa pessoa que sempre é bem vinda e que sempre é convidada para determinadas atividades. São pessoas que não são questionadas porque apresentam boas ideias.

São pessoas que transmitem confiança naquilo que determinam, gerando sua liderança, fazendo com que as pessoas trabalhem satisfeitas, com determinação, usando de toda a capacidade produtiva.

O que o lotérico não pode confundir é liderança com comando. Um gestor até pode exercer o papel de líder, mas pode não transmitir a confiança necessária e simplesmente ser obedecido por ser o chefe. Nesse caso, na maior parte das vezes, ele pode ser boicotado e os seus subordinados não vão se esforçar para atingir os objetivos.

Em empresas de grande porte, não é sempre que um gestor exerça ele próprio a liderança. Pode ser um trabalhador qualquer, que se destaque entre a equipe e que faça os outros se motivarem.

No caso de uma lotérica, com um grupo menor, o lotérico deve motivar-se para ser o líder ao mesmo tempo em que também é gestor.

Além dos requisitos de liderança, o lotérico também deve exercer suas funções gerenciais, de planejamento e de acompanhamento das atividades de sua equipe, gerando, ao mesmo tempo, motivação, participando das atividades e incentivando os membros da equipe a alcançar resultados.

O que se espera, numa casa lotérica, é que o gestor da equipe também seja o líder e não apenas o administrador da rotina. Ele precisa influenciar os membros da sua equipe para a ação, para o bom atendimento, para a satisfação dos clientes que frequentam a casa lotérica.

Para o lotérico, a capacidade de misturar ambas as coisas é essencial para o sucesso de sua empresa. E esta é uma habilidade única, já que podemos ter milhares de gestores no mundo, mas poucos aqueles que assimilam também a condição de líder.

Tanto a gestão quanto a liderança são necessárias para conduzir as atividades de uma lotérica. Embora o lotérico seja o principal personagem no gerenciamento e na condução dos negócios, com as preocupações inerentes ao seu cargo, ele também precisa ser líder e motivador, mesmo que a situação não seja a melhor.

 

 

Neimar Mariano de Arruda é Administrador de Empresas, Consultor Lotérico
Especialista em Governança de Tecnologia da Informação e Fundador da DouraSoft
(67) 9.9698-3422

 

Os comentários estão encerrados.