Como conseguir novas rendas para o sindicato?

conseguir novas rendas

Os sindicatos não possuem muitas opções para conseguir novas rendas, devendo se limitar àquelas previstas na legislação. Com a reforma trabalhista e o fim da contribuição sindical obrigatória, as centrais sindicais estão se organizando para regulamentar melhor as formas como podem conseguir se manter e garantir os serviços prestados aos associados.

Como ainda não podem prever meios de conseguir novas rendas, os sindicatos devem se ater à contribuição sindical dos empregados associados, que que devem pagar essa anuidade, além da contribuição assistencial, da contribuição confederativa e das mensalidades dos associados.

A contribuição confederativa, no entanto, não financia diretamente o sindicato, já que é destinada a fortalecer todo o sistema representativo das diversas categorias trabalhistas. Além disso, essas contribuições não são obrigatórias para quem não é associado.

Contribuição assistencial

A cobrança da contribuição assistencial é feita diretamente na folha de pagamento, com um valor que varia, dependendo dos acordos trabalhistas. Sua cobrança é feita para dar suporte aos custos do sindicato na mobilização dos trabalhadores em campanhas salariais. Para ter novas rendas com a contribuição assistencial, os sindicatos devem se aproximar mais dos trabalhadores e mostrar sua importância na luta pelos seus direitos.

Contribuição confederativa

A contribuição confederativa tem um valor que também depende de acordo coletivo, embora seja equivalente a um dia de trabalho, como ocorre com a contribuição sindical. O valor normalmente é cobrado quando é concedido ajuste salarial à categoria representada. Da mesma forma que na contribuição assistencial, é dever do sindicato conseguir novas rendas através da contribuição confederativa, conscientizando o trabalhador sobre os serviços que está prestando.

Mensalidade sindical

A partir do momento em que o sindicato demonstrar efetivamente aos trabalhadores de sua categoria que está oferecendo a melhor qualidade de serviços, novos associados podem ser conquistados para que o sindicato tenha novas rendas com a mensalidade sindical.

A mensalidade sindical é um valor exclusivo para os filiados do sindicato, que recebem em troca benefícios exclusivos, como, por exemplo, assistência médica e odontológica, assistência jurídica e acesso aos clubes dos sindicatos. O valor é feito mensalmente, o que pode garantir aos sindicatos um meio para continuar com sua prestação de serviços.

Mantendo novas rendas para o sindicato

Como qualquer outra entidade ou instituição, no entanto, o sindicato deve buscar novos meios de gestão para garantir que as novas rendas obtidas possam fazer com que ele dê continuidade aos serviços prestados aos trabalhadores.

Para isso, é importante fazer o planejamento financeiro, lutando pela arrecadação e podendo, dessa forma, continuar trabalhando na defesa e nos interesses de seus associados.

Uma entidade que não consiga recursos não vai também ter representatividade para defender os direitos de seus associados como eles precisam, principalmente porque os sindicatos estão lutando com grandes empresas, que possuem maiores recursos financeiros.

Uma das mais importantes fontes de novas rendas para o sindicato é a mensalidade sindical. Sua luta, portanto, deve se dirigir para a conquista de novos associados, encontrando neles a fonte dos recursos necessários.

Com uma campanha ampla, o sindicato pode conseguir novos associados, principalmente esclarecendo sobre as novas regras da reforma trabalhista, oferecendo conhecimento aos seus associados e lhes garantindo os direitos adquiridos ao longo do tempo.

E, quando falamos em conhecimento, para não se limitar às receitas permitidas pela legislação, o sindicato pode oferecer mais aos seus associados se implantar cursos, palestras e eventos informativos, voltados para as atividades da categoria, aprimorando o conhecimento de seus filiados e os preparando para o futuro de suas profissões.

Concluindo

Com um bom planejamento financeiro, com boas campanhas voltadas para conquistar novos associados e com a oferta de melhores serviços, o sindicato poderá garantir sua manutenção, sem precisar recorrer a outros meios que não o atendimento de seus próprios filiados.

Evidentemente, a reforma trabalhista ainda está sendo muito questionada, podendo, inclusive, haver alterações no futuro. No entanto, para o sindicato, esta é a melhor hora de encontrar meios para conseguir novas rendas e se tornar mais independente dos órgãos federais.

Afinal, o sindicato existe para a defesa dos interesses dos trabalhadores e não deve tratar com descaso a situação. Sua presença no meio de sua categoria é essencial.

 

 

Neimar Mariano de Arruda é Administrador de Empresas, Consultor Lotérico
Especialista em Governança de Tecnologia da Informação e Fundador da DouraSoft
(67) 9.9698-3422

Os comentários estão encerrados.