Como é feita a distribuição dos prêmios de loterias? | Blog DouraSoft

Como é feita a distribuição dos prêmios de loterias?

A Caixa Econômica Federal, desde 1962, é responsável pela administração das loterias federais, arrecadando os valores apostados, promovendo os sorteios e repassando ao governo os valores destinados a benefícios sociais, além daqueles pagos aos ganhadores.

As loterias, além de alimentar sonhos de milhões de pessoas, também são uma fonte importante de recursos para o desenvolvimento social. Praticamente metade dos valores arrecadados, incluindo o percentual de Imposto de Renda, é repassado para investimentos em setores prioritários.

Modalidades de loterias no Brasil

No Brasil, existem quatro modalidades de loterias:

  • As loterias de prognósticos numéricos, que são apostas em que o apostador escolhe os possíveis números que serão sorteados nos concursos, como acontece com a Mega Sena, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena e Loto Fácil;
  • As loterias de prognósticos esportivos, em que o apostador tenta prever o resultado de jogos de futebol. Nas casas lotéricas estão disponíveis nessa modalidade a Loteca, antiga Loteria Esportiva, que permite ao apostador fazer palpites de resultados sobre partidas de futebol, e a Lotogol, que é baseada na quantidade de gols de cada time de futebol em rodadas de competições nacionais;
  • As loterias passivas, que tem como principal jogo a Loteria Federal, em seu formato único, onde o apostador compra um bilhete já numerado (ou frações deste bilhete);
  • As loterias instantâneas, eram vendidas em forma de cupom, cartela ou cartão raspável, apresentando, de imediato, o resultado e o apostador sabendo se foi ou não sorteado no mesmo instante. Infelizmente esta modalidade não está mais disponível, e nossos empresários lotéricos sentem muito sua falta.

Os valores das loterias e sua distribuição

Da arrecadação bruta, ou seja, do valor total arrecadado em cada concurso, é calculado um adicional de 4,5%, proveniente da Secretaria Nacional de Esportes, constituindo-se a renda bruta para distribuição aos ganhadores.

Depois de computados esses valores da Secretaria Nacional de Esportes, são destinados os seguintes percentuais:

  • 51% para o total de prêmios pagos aos ganhadores e outras distribuições;
  • 20% para a despesa de custeio e manutenção de serviços;
  • 18,2% destinado à seguridade social;
  • 7.8% destinado ao FIES – Financiamento ao Estudante de Ensino Superior;
  • 3% destinado ao FUNPEN – Fundo Penitenciário Nacional.

Do percentual de 51% destinado a prêmios, a distribuição é feita da seguinte forma:

  • 32,2% para o prêmio líquido dos ganhadores;
  • 13,8% para Imposto de Renda;
  • 3% destinado ao Fundo Nacional da Cultura;
  • 1,7% destinado ao Comitê Olímpico Brasileiro;
  • 0,3% destinado ao Comitê Paraolímpico Brasileiro

O percentual de 20% destinado a despesas de custeio e manutenção dos serviços é distribuído da seguinte forma:

  • 9% para o pagamento de comissão das casas lotéricas;
  • 8,3% para custeio das despesas operacionais;
  • 2,7% para o pagamento da comissão da Caixa Econômica Federal.

Vale ressaltar que estes valores estão passando por uma revisão neste momento, e podem sofrer alterações em muito breve.

Quando falamos em percentuais, não temos uma ideia exata dos valores em dinheiro arrecadados e distribuídos, mas nós levantamos estes valores para você. Em 2017, a arrecadação das loterias aumentou 8,1% em valores nominais em relação ao ano anterior, chegando ao total de R$ 13,88 bilhões.

Havendo maior arrecadação, consequentemente também houve maior repasse de recursos para programas sociais, passando de R$ 6,09 bilhões em 2016 para R$ 6,44 bilhões em 2017. O aumento nominal foi de 5,7% e, considerando a inflação, em termos reais, o aumento foi de 2,7%.

  • A Caixa Econômica Federal divulgou os valores reais distribuídos durante o ano de 2017:
    O esporte recebeu R$ 1,06 milhões, destinados ao Ministério do Esporte, aos Comitês Olímpico e Paraolímpico Brasileiros, à Confederação Brasileira de Clubes e aos Clubes de Futebol;
  • A Seguridade Social recebeu R$ 2,3 bilhões;
  • O Programa de Financiamento Estudantil do Ensino Superior (FIES) recebeu R$ 1,3 bilhão;
  • O Fundo Nacional de Cultura (FNC) recebeu R$ 384 milhões;
  • O Fundo Penitenciário Nacional (FUNPEN) recebeu R$ 417 milhões;
  • A APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) e a Cruz Vermelha receberam R$ 14 milhões

As loterias, dessa forma, não atendem somente os sonhos de milhões de brasileiros, mas também atendem setores importantes para o desenvolvimento.

Leve estas informações a seus clientes. Isso com certeza aumentará suas vendas de jogos e principalmente de bolões, hoje nosso carro chefe para rentabilidade do empresário lotérico.

Deixe uma resposta