Gestão sindical para um sindicalismo atuante

A gestão sindical aplicada em um sindicato é que estabelece os meios pelos quais um sindicato deve chegar aos seus objetivos, cumprindo sua missão junto aos afiliados.
Para poder vencer todos os obstáculos e fazer com que o sindicato se torne uma entidade mais atuante, o líder sindical é que detém o papel mais importante. Assim, o dirigente sindical deve ser um líder e um gestor, ao mesmo tempo.

Como líder, ele deve representa seus filiados junto às empresas e, como gestor, deve administrar a entidade, mantendo o foco em sua sustentabilidade, principalmente hoje, com as mudanças geradas pela reforma trabalhista.

Para unir os dois papéis e manter a gestão sindical eficiente, o líder sindical tem como responsabilidade atender os seus filiados em suas reivindicações e oferecer os serviços que não são ofertados pela empresa ou que não estejam ao alcance de seus filiados.

Como melhorar a gestão sindical?

Em busca de tornar a gestão sindical totalmente eficiente, o líder deve conhecer a fundo os principais problemas da administração da entidade e buscar as soluções mais viáveis.
Assim, por exemplo, se o sindicato possui baixo número de associados ou se apresenta problemas de inadimplência, sua pesquisa deve se voltar para os próprios associados e buscar entender as causas dos problemas.

No caso de pouco número de associados, portanto, é essencial conhecer as razões pelas quais os trabalhadores da categoria não se associam. É preciso entender se o problema está no sindicato ou nos trabalhadores.

É importante ainda entender que a gestão sindical só vai se tornar mais eficiente e fazer com que o sindicato seja mais atuante quando a entidade se mostra como solução para os trabalhadores de determinada categoria.

Entende-se que a representação dos trabalhadores é prioritária para o sindicato, mas os seus serviços também devem estar alinhados com os interesses dos associados e dos não associados, buscando atrair maior número de filiados para garantir sustentabilidade.

Fortalecer a categoria: função básica do sindicato

Quando o líder sindical procura o desenvolvimento e o fortalecimento da categoria que representa, a gestão sindical vai se tornar mais eficiente. O gestor é o personagem mais importante nesse processo e, dessa forma, deve ter em mãos o conhecimento e as ferramentas para agir.

Para atingir esse objetivo, o gestor deve estar livre para trabalhar, mantendo uma equipe de apoio confiável, tendo em sua companhia pessoas que possam contribuir com seus conhecimentos e experiências sobre gestão e trabalhando para fortalecer a entidade.

O líder sindical não é um profissional que foi selecionado para esse cargo e sim um profissional da mesma categoria que se destacou e que reuniu condições para se tornar um representante oficial de sua classe trabalhadora.

Sua presença no sindicato, portanto, é uma manifestação da vontade dos associados ou, elo menos, da maioria deles. Entendendo essa condição, ele é responsável por entender o que os trabalhadores esperam e, assim, para garantir eficiência na gestão sindical, deve pensar através do pensamento de seus associados, principalmente porque os associados poderão, futuramente, escolher outro líder.

Compreendendo que a liderança deve ser conquistada de forma natural, para garantir que as relações entre os trabalhadores e sua entidade representativa sejam constantes e firmes, a gestão sindical deve ser conduzida pelo líder de forma a atender todas as necessidades e não suas próprias vontades.

Não havendo uma gestão sindical eficiente, a situação será facilmente percebida por todas e, consequentemente, o papel do líder sindical será reduzido, diminuindo também sua autoridade de liderança.

O líder sindical, dessa forma, tem o mais importante papel dentro da gestão sindical: conseguir a colaboração e o comprometimento de sua equipe, oferecer o que os associados estão procurando na entidade e estabelecer objetivos para a categoria.

Como líder, o profissional que foi colocado pelos trabalhadores na condição de gestor, deve, dessa forma, desenvolver constantemente seu conhecimento e suas habilidades, aperfeiçoando as atividades do sindicato e mantendo a gestão sindical como prioridade.

Deixe uma resposta