Relação pessoal e relação profissional dentro da lotérica - DouraSoft

Relação pessoal e relação profissional dentro da lotérica

relação pessoal da lotérica

Quantas horas você trabalha por dia dentro da lotérica? E os funcionários da sua lotérica, quantas horas eles dedicam ao trabalho diariamente?

Não sabemos o que você respondeu acima, mas tomando por base o tempo médio de trabalho padrão de uma pessoa, teremos 8 horas de trabalho por dia, certo ou errado?

Isso, por si só, já nos força a concluir que passamos um terço de nossas vidas nos dedicando à labuta diária, sem contar as horas extras, as horas de almoço, as horas perdidas no trajeto até o local de trabalho e tudo aquilo que cerca a sua atividade em si.

Ora, se vamos passar um terço de nossas vidas trabalhando, é natural que nos relacionemos com os colegas de trabalho, pessoas que, no final das contas, se tornarão indivíduos especiais que nos farão companhia por longos períodos, todos os dias.

Diante desta constatação e de tanta convivência inevitável, surge uma pergunta: como separar a relação profissional e a relação pessoal no ambiente de trabalho de uma lotérica?

Um ambiente de trabalho sadio passa por isso…

Um ambiente de trabalho sadio passa necessariamente por um tripé comportamental que não pode ser ignorado. É a partir dessas premissas que surge a separação entre o profissional e o pessoal, e são elas que vão garantir o sucesso destes relacionamentos no longo prazo.

Mas de que estamos falando? Que tripé é esse? Vamos lá…

  • Respeito mútuo – o respeito mútuo é a primeira e mais importante característica de uma relação interpessoal. Conhecer os limites e respeitar a forma de pensar das outras pessoas é essencial, incluindo-se aí as preferências políticas e religiosas, e a opção sexual.
  • Profissionalismo – age com profissionalismo quem atuar com seriedade, com competência e com responsabilidade, estando atento às necessidades dos colegas de trabalho e contribuindo para a formação de um equilíbrio importante entre amizade e relacionamento profissional.
  • Cumplicidade e companheirismo no trabalho – este é o último pilar do nosso tripé, e ele reconhece a humanidade intrínseca a todas as pessoas. Ele garante que o ambiente de trabalho não será um ambiente frio em que as pessoas não se falam, não se comunicam, mas sim um ambiente em que todos convivem em harmonia e em sinergia, em busca de um mesmo objetivo: o sucesso e a continuidade da lotérica.

Estabeleça os limites previamente e converse sobre isso com as pessoas

Se você é lotérico ou gerente de uma lotérica, sua atuação será sempre preponderante para que as pessoas saibam separar a relação profissional da relação pessoal.

Para isso, estabeleça os limites previamente e deixe claro o que pode e o que não pode ser dito. Procure estimular comportamentos que você julga sadios e apropriados e desestimule os que você considera potencialmente perigosos ou ofensivos. Se possível, faça tudo isso através de feedbacks e conversas em separado, para não parecer arrogante em suas abordagens.

Outra questão relevante sobre a separação entre o profissional e o pessoal está no tratamento que você dá às diferentes pessoas com quem você trabalha.

Sabemos que é muito difícil dar um tratamento igual a todas as pessoas, pois elas são diferentes, mas é preciso atuar com justiça e não beneficiar ou dar vantagens para alguns indivíduos somente baseando-se em suas preferências pessoais.

Procure o equilíbrio, conviva em harmonia, e busque uma separação sadia entre a relação profissional e a relação pessoal na sua lotérica. Bom trabalho!

 

 

Neimar Mariano de Arruda é Administrador de Empresas, Consultor Lotérico
Especialista em Governança de Tecnologia da Informação e Fundador da DouraSoft
(67) 9.9698-3422

 

Os comentários estão encerrados.