Evento do SINLOPAR no Paraná – Informações em primeira mão

bandeira paraná

Entre os dias 26 e 29 deste mês, aconteceu na cidade de Foz do Iguaçu, no recanto Cataratas Thermas Resort & Convention, um evento promovido pelo Sindicato dos Lotéricos do Estado do Paraná (SINLOPAR), o  14° CONGRESSO DOS EMPRESÁRIOS LOTÉRICOS DO ESTADO DO PARANÁ.

Entrevistamos o presidente do SINLOPAR para descobrir como foi o evento e quais foram as conclusões tomadas para que benefício de nossa categoria.

O evento, mesmo em tempos de crise, contou com a participação de mais de 200 empresários lotéricos do Paraná e de outros estados, contando com a presença de 5 presidentes sindicais: SÃO PAULO, SANTA CATARINA, MINAS, ESPIRITO SANTO, PIAUI e do Deputado Luiz Carlos Hauly. O deputado participou de uma discussão intensa sobre assuntos referentes a categoria, chegando ao evento pela manhã no dia 27 e saindo por volta das 18 da noite, mostrando que realmente estava sensibilizado com a causa dos lotéricos.

O presidente do SINLOPAR fez uma abertura mostrando a dificuldade do canal lotérico, expondo sobre a falta de parceria da Caixa com os lotéricos. Sobre o tema, ele afirmo que “há um menosprezo da gestora para com os lotéricos”, expressando sua indignação pela posição pejorativa em que vê os lotéricos no cenário atual.

Um dos problemas expostos pelo presidente do SINLOPAR foi o fato de que os lotéricos estão entregando suas permissões para a Caixa Econômica e, junto com a permissão, estão entregando a dívida.

Nova perspectiva do atual governo

Outro assunto comentado foi que existe uma nova perspectiva com o atual governo. Está se construindo uma nova etapa de negociações. Foi trocado o presidente da Caixa e agora os lotéricos possuem com quem conversar, na qual a expectativa é de que as coisas melhorem, porque essa é a necessidade do momento.

Ao contrário do esperado, o evento não contou com a participação da GERPA, o que de fato é lamentável, uma vez que ela é conhecedora da realidade lotérica, mas que por motivo de compromisso anteriormente agendado, não compareceu. Entretanto, o evento contou com a presença do SUALO, que apresentou números e avanços das loterias.

Durante o evento, foi discutido o aumento do salário dos funcionários com a federação, assunto que já está bem encaminhado. Entretanto, faz 20 meses que os lotéricos não recebem nenhum reajuste, o que torna a situação ainda mais complicada.

Houve também neste evento a participação de colegas de outros Estados que inclusive participaram da confraternização e com a visão clara de que os sindicatos do Paraná e São Paulo não estarão apoiando o movimento dos lotéricos independentes. O que segundo Aldemar Mascarenhas “é uma lástima, haja visto o SINLOPAR sempre estar aberto a diálogos, inclusive aos que se denominam independentes”. Aldemar reforça ainda que “O SINLOPAR apoia todos os movimentos em prol da classe lotérica, desde que organizados e obedecendo a ordem hierárquica das coisas. Seremos sempre a favor de decisões COLEGIADAS uma forma responsável e sempre voltadas aos interesses dos lotéricos.”

O que é necessário é unir as forças, se despir das vaidades. Os sindicatos estão ajustando um processo para se organizarem eleitoralmente em relação à eleição da federação, assim como estão buscando caminhos.

OFICIO FEBRALOT 0140001.pdf - Microsoft EdgeO SINLOPAR já está articulando algumas reuniões políticas com o apoio do deputado Luiz Carlos Hauly para encontrar novas possibilidades para os lotéricos. A ideia é que a classe se una cada vez mais em prol de suas causas. O presidente do SINLOPAR relatou que está indo à Brasília na próxima terça-feira, junto com outros presidentes, para buscarem mais caminhos para resolução dos problemas da categoria. Irão se reunir com líderes do governo, deputados e outros, para então se reunirem com o presidente do PT.

O importante é fazer tudo com apoio político. Sobre as movimentações em Brasília, o presidente do SINLOPAR disse que é preciso ter calma, visto que o governo está mudando e talvez essa não seja a hora propícia de fazer apelos.

Veja a Carta Aberta ao presidente Michel Temer, enviada pela FEBRALOT.

 

 

Neimar Mariano de Arruda é Lotérico e Fundador da DouraSoft,
Administrador de Empresas, Consultor em Gestão Empresarial e
Especialista em Governança de Tecnologia da Informação
(67) 9.9698-3422

Deixe uma resposta