Movimento sindical e a consciência do trabalhador

movimento sindical

Agora, que a reforma trabalhista já é uma realidade, movimento sindical deve manter o trabalho de aumentar a consciência do trabalhador, associados ou não, tornando-os mais próximos aos dirigentes.

A reforma trabalhista é algo totalmente novo no cenário nacional e a maior parte dos juristas ainda discute a validade de algumas medidas tomadas. Para que as conquistas obtidas sejam preservadas, é necessário que as negociações coletivas façam parte do calendário dos sindicatos, já que as futuras negociações devem ser um grande teste para o movimento sindical.

Dessa forma, uma das principais atividades para os sindicatos é o trabalho de base com todos os trabalhadores, tendo como principal objetivo demonstrar que apenas através da organização é possível manter os direitos adquiridos, buscando melhorias nos salários e benefícios.

Movimento sindical e o novo sistema

A reforma trabalhista foi criada com a proposta de manter um novo sistema nas relações do trabalho, gerando alterações em toda a estrutura não apenas do movimento sindical como também na própria estrutura da Justiça do Trabalho e no sistema de administração e fiscalização.

Todas as mudanças vêm sendo estudadas pelos dirigentes sindicais, pelos advogados dos sindicatos e pelos juristas, buscando avaliar as melhores condições de trabalhar com as empresas, já que são os trabalhadores os principais responsáveis pelo sucesso de cada empresa.

Alguns dirigentes podem argumentar que a reforma trabalhista possa deteriorar as relações entre o movimento sindical, os trabalhadores e as empresas, mas as mudanças acontecem em qualquer atividade.

Assim, por exemplo, mesmo que a negociação salarial possa ser feita diretamente entre a empresa e os trabalhadores, a participação dos sindicatos ainda é uma necessidade, principalmente para que os empregados não aceitem regras impostas.

Sempre se trata de negociação e, nesse caso, não adianta pensar que a empresa vai impor regras, cabendo ao trabalhador apenas acatar ou ser demitido. As relações trabalhistas, a partir da reforma, devem ser pautadas não mais pela queda de braço entre o capital e o trabalho, mas como uma nova maneira de negociar.

Movimento sindical e orientação aos trabalhadores

Ao movimento sindical, portanto, cabe o trabalho de educar os trabalhadores, com informações substanciosas sobre a legislação e sobre os direitos conquistados, o que vai servir para que, no futuro, a relação entre empregados e patrões seja mais dinâmica e mais assertiva, lembrando que todos buscam o mesmo objetivo.

Os sindicatos não devem ser vistos mais como organizações de representação do trabalhador, criados apenas para compensar o poder empresarial na relação contratual, mas sim como agentes sociais que organizam a categoria que representam, buscando conciliar as partes e encontrar os melhores meios para que tanto a empresa quanto os trabalhadores se sintam recompensados pelas suas atividades.

O movimento sindical, portanto, deve ser encarado como um uma fonte de apoio para a categoria, tornando as relações trabalhistas mais justas e com direitos iguais para todos, pensando sempre no principal objetivo empresarial.

Movimento sindical e melhoria de vida

O movimento sindical não deve ser visto como algo que trabalha apenas pelos interesses da categoria, mas também como um elemento vinculado à melhoria de vida dos trabalhadores, buscando fazer com que todos possam trabalhar em direção a um mesmo objetivo, gerando melhores condições também para suas famílias.

A conscientização dos trabalhadores e a defesa dos seus interesses, portanto, é uma parte intrínseca do movimento sindical, oferecendo a todos os associados as condições necessárias para que possam buscar essas melhorias.

A manutenção dos sindicatos vai depender muito mais da conscientização dos trabalhadores para que participem mais do movimento sindical, ampliando a credibilidade e a representatividade dos sindicatos, situação que vai fortalecer não apenas a categoria representada, mas também as empresas onde eles prestam serviços.

Os comentários estão encerrados.