Segurança em casas lotéricas: como melhorar - DouraSoft do Brasil

Segurança em casas lotéricas: como melhorar

Casas lotéricas são estabelecimentos que, como sabemos, funcionam como bancos com horário estendido, mas não conseguem oferecer a mesma segurança oferecida pelas agências.

A segurança em casas lotéricas sempre é deficiente, principalmente por não possuir vigilantes ou portas giratórias, o que facilita a ação criminosa.

A Caixa Econômica Federal tem como regra básica que as casas lotéricas são consideradas empresas privadas, mesmo prestando serviços públicos, embora sua atividade principal seja a oferta de loterias.

Em consequência, da mesma forma que qualquer outro estabelecimento comercial, toda e qualquer responsabilidade recai sobre o proprietário da casa lotérica, a ele cabendo adotar todas as medidas para garantir a segurança.

A Caixa Econômica, de forma geral, exige condições e itens mínimos de segurança, como, por exemplo, um cofre, o alarme e o circuito de câmeras CFTV quando autoriza a concessão. Ao mesmo tempo, estimula o empresário da lotérica a investir em outros quesitos através de uma remuneração adicional mensal, que atende exclusivamente os investimentos em segurança que, no entanto, não se mostram suficientes para os empresários.

Um dos itens que vêm sendo adotados para a segurança em casas lotéricas é a instalação de vidros blindados para atendimento, oferecendo maior proteção aos colaboradores das lotéricas, podendo evitar ações criminosas.

Para oferecer maior segurança, a blindagem lotérica é feita de forma a se integrar totalmente ao ambiente, evitando que os clientes possam se sentir incomodados diante de um local mais agressivo para o seu olhar, mas evitando que ocorrências desagradáveis tenham desfecho trágico, como acontece de forma comum nos dias de hoje.

O empresário de uma casa lotérica sabe que todo e qualquer investimento na segurança em casas lotéricas é importante e a tecnologia pode ajudar na implantação de sistemas que possam ajudar a evitar ações criminosas.

Contudo, existem também alguns critérios que possibilitam gerar economia no investimento, principalmente tendo-se em conta que a lucratividade das casas lotéricas não permite que o proprietário possa investir o que pretende.

Como melhorar a segurança em casas lotéricas

As medidas para garantir a segurança em casas lotéricas que podem ser tomadas são as seguintes:

  • Evitar que as câmeras instaladas estejam em local mais visível, já que pessoas mal-intencionadas podem quebrá-las durante uma ação criminosa;
  • Manter o sistema de gravação em local de difícil acesso, evitando ao máximo que qualquer criminoso possa levar as gravações, no caso de um assalto;
  • Havendo aparelhos de TV reproduzindo o sistema de gravação, eles devem ficar visíveis apenas para quem controla o sistema, não devendo ser deixados à vista dos clientes e frequentadores da casa lotérica;
  • Instalar câmeras de forma a cobrir todo o ambiente destinado às atividades, inclusive o escritório;
  • Verificar periodicamente o sistema de alarmes, evitando que possam ser acidentalmente acionados, o que pode provocar descrédito com o passar do tempo;
  • No caso de a casa lotérica ter sistema de alarme sem a presença de vigilantes quando fechado, alertar os vizinhos mais próximos para comunicar qualquer acionamento do alarme quando não houver ninguém no estabelecimento;
  • Verificar a possibilidade de instalação de chaves de pânico, um sistema de alarme silencioso que não é ouvido por quem está no estabelecimento. Com um sistema de chave de pânico, qualquer funcionário pode acioná-lo, alertando a empresa de segurança privada ou a polícia;
  • Havendo condições, contratar um vigilante que permaneça no ambiente durante toda o expediente.

Medidas simples podem ser tomadas para melhor garantir a segurança em casas lotéricas. Para o proprietário do estabelecimento é importante oferecer toda a tranquilidade e segurança possíveis aos seus clientes, garantindo que possam cumprir com seus compromissos sem o risco de presenciar um assalto ou mesmo sofrer com as consequências de atos criminosos.

Deixe uma resposta