Conciliação bancária: Pode ser simples e prático! - DouraSoft do Brasil

Conciliação bancária: Pode ser simples e prático!

Conciliação bancária

O termo pode parecer esquisito, mas a conciliação bancária não é difícil de ser compreendida. Em um resumo simplório, a conciliação nada mais é do que uma conferência de dados a partir do controle financeiro interno. O responsável deve calcular o saldo da conta bancária da empresa de acordo com os dados de fluxo de caixa, entrada, saída, dívidas e etc. Em essência, é uma confirmação de informação a fim de garantir que não houve perda, desvios, ou qualquer problemática semelhante relacionada ao controle financeiro da empresa.

Em uma administração lotérica a conciliação bancária é essencial para saber se tudo está funcionando de maneira adequada. A lotérica é uma das poucas empresas que tem o dinheiro como fonte principal dos seus processos, isto levando em consideração que as outras trabalham mais com produtos e prestações de serviços. Neste sentido, é muito mais importante e complicado para o lotérico fazer a conciliação, porque a variável de números pode ter disparates quando não for bem administrada.

Para evitar qualquer confusão é extremamente recomendado o uso do AGIL, o software de gerenciamento lotérico desenvolvido pela DouraSoft. Este software além de auxiliar para que os atendentes do caixa da lotérica consigam fazer uma prestação de serviço de qualidade, como também fornece relatórios precisos e consegue garantir o controle de fluxo de caixa da empresa, proporcionando um controle financeiro ímpar para a lotérica.

Como o programa trabalha com a precisão de dados, fica muito mais fácil fazer a conciliação bancária, afinal de contas, isto faz parte da essência de funcionamento do software.

Como o AGIL resolve os seus problemas relacionados a conciliação bancária?

Sem título3

Para exemplificar melhor os benefícios do software, garantindo que você entenda o porquê do programa conseguir resolver os seus problemas, nós listamos em ordem escalável algumas funções do AGIL que vão lhe auxiliar até o momento em que será preciso fazer a conciliação bancária no final da semana, mês ou ano. Veja a seguir:

Precisão de operações:

O AGIL otimiza o trabalho do atendente, o que resulta em precisão para calcular todo o dinheiro dos fechamentos de caixa;

Controle sobre o fluxo de caixa:

Através do AGIL o gerente poderá ter acesso sobre o que está acontecendo (em números) com cada operador tem em seu caixa. Ao fazer isso ele poderá antever erros que possam aparecer no fim do dia. Na hora de fazer a conciliação bancária, o controle do fluxo de caixa deve ser levado muito em conta;

Fechamento de caixa em três minutos:

O atendente pode fechar o caixa em três minutos, pois o AGIL emite sangrias ao longo do dia. Com isso o controle do fluxo de caixa é garantido pela matemática pré-programada do sistema, que não fica dependendo de possíveis erros humanos;

Alerta de pagamento:

Os alertas de pagamentos, seja de dívidas por parte das lotéricas, fornecedores ou clientes, também são feitos através do AGIL. Essa característica ajuda na hora de garantir a precisão dos cálculos financeiros, pois o lotérico terá certeza sobre o cálculo desses valores ainda não computados;

Emissão de relatórios:

O sistema do programa consegue emitir relatórios ao longo do dia, como já mencionado, mas o programa também tem capacidade de fazer relatórios mais complexos, ajudando a evitar problemas ou qualquer coisa que possa vir a atrapalhar a lotérica;

Backup: 

Por fim, para fazer a conciliação bancária você também vai poder contar com um backup do sistema, que garante que toda informação que tenha passado pelas máquinas seja salva com segurança para uma consulta futura. Se houver algum problema, você poderá confirmar no backup e encontrar uma solução.

 

 

Neimar Mariano de Arruda é Lotérico e Fundador da DouraSoft,
Administrador de Empresas, Consultor em Gestão Empresarial e
Especialista em Governança de Tecnologia da Informação
(67) 9.9698-3422

Os comentários estão encerrados.